E de todos os tormentos que eu tinha, amar você é com certeza o pior deles..
Você estagnou na minha vida de uma forma incrível que nem a física sabe explicar,Foi a química,
ou talvez a biologia,
que você usou que me fez te amar tanto assim?
Talvez a matemática do muro que eu criei não foi bem calculada
Deve ter faltado tijolos para completar a soma,
E que tal,
Talvez a geografia
pudesse dizer de que planeta és,
pois um ser tão enigmático como você não deve ser daqui..
Talvez de Marte,
Ouvir dizer que é o planeta dos loucos..
Não,
não,
Talvez Plutão..
isso me lembra Platão um filósofo,
Talvez você fosse filósofo..
mas não,
Não era isso..
Incrivelmente você era da terra,
um ser humano como eu,
até parecido comigo,
Mas isso era tão intrigante,
Você se parecia comigo,
E eu te amava,
mas…
Eu sei que nunca amaria alguém como eu!

COMPARTILHAR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *