Pense no tamanho da decepção que é, confiarmos uma missão a alguém, essa pessoa ser muito bem remunerada para isso, e no final, nos entregar um vergonhoso desserviço. Agora imagine que a missão dada a essa pessoa, tenha sido a de gerir um município, e que ela consiga a proeza de, ao longo dos anos, fazer a cidade estagnar por completo. Um misto de amadorismo, incompetência, e um quadro de secretários e demais sub-cargos, que flertam profundamente com a desqualificação.

Eis uma perfeita definição da gestão capitaneada pelo atual prefeito de Canavieiras. Um verdadeiro circo de horrores municipal.

Ante isso, uma cratera presente nas proximidades da Praça do Cacau, torna-se símbolo perfeito de uma administração municipal. A rua, que recentemente foi alvo de intervenções por parte da prefeitura, teve alguns buracos tapados e desníveis corrigidos. Porém, como é possível ver nas imagens, o serviço não surtiu efeito, o chão cedeu, formando uma grande cratera no local. Um perigo para condutores de veículos, em especial motociclistas e ciclistas, e risco também para pedestres.

Ficamos imaginando, o que deve passar na cabeça de uma pessoa que, sabendo da responsabilidade que é fazer um serviço desses, em uma das principais ruas do Centro Histórico, e não ter a preocupação em destinar ao local, gente minimamente qualificada para realização do trabalho. Uma coisa simples é tratada assim, o que podemos imaginar com outras tantas questões complexas que envolvem uma gestão municipal? Tempos estranhos em Canes, onde tapar um simples buraco, se torna a vitrine obscura que denuncia o total despreparo de um grupo político. Uma aberração!

Como reação popular, cresce na cidade a certeza de que essa é a pior gestão que Canavieiras já teve. E o mesmo modus operandi, colocado em prática na desastrosa operação tapa-buraco, tornou-se marca registrada da incompetência. Exemplos não faltam espalhados na cidade. Espalhados mesmo, como os lixos que emporcalham as ruas, e servem de fast food para os urubus – eleitos animais símbolos da atual gestão.

Sem esquecermos de citar a lista de absurdos: obras feitas com material e serviços de péssima qualidade, apesar de custarem caro; escolas entregue às traças; saúde com muitas queixas, gerando revolta por parte da população; logradouros abandonados; total falta de projetos que atraiam investimentos para o município, em nenhuma área; uma gestão na Cultura capitaneada por uma pessoa que usa das redes sociais para desmerecer os povos indígenas; além de uma sinistra obscuridade ante o trato com contas públicas. Alô MP! Um verdadeiro manifesto à incapacidade técnica e intelectual. Algo que vem chamando a atenção em todo o sul da Bahia.

E a cratera, largada lá, acaba se tornando rasa e inofensiva, perante o tamanho do buraco sem fundo ao qual Canavieiras foi jogada.

Já agradeceu ao seu prefeito hoje?

COMPARTILHAR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *